Categorias
Artigos Blog

O tal SEO: motores de busca, fatores de rankeamento e muito mais

Artigo de William Mendes* para a comunidade WordPress São Paulo

Muitos podem não perceber mas, além do Google, existem outros buscadores como o Yahoo!, o DuckDuckGo, o Bing, o Yandex, entre outros. O problema é que eles possuem uma participação muito baixa em relação ao Google.

O Google detém 92,06% do market share mundial, enquanto o Bing, 2,61%, o Yahoo!, 1,79%, o Baidu, 1,16% e o Yandex, 0,56%.

No Brasil, o gigante abocanha 97,31% do mercado de buscas. Vale lembrar que na China o Google tem baixa participação, e o Baidu domina essa fração do mercado asiático.

Como o Google cresceu rapidamente e lançou muitas inovações no mercado, ele foi deixando pouco espaço para os seus concorrentes e, por isso, o buscador se tornou tão popular.

Fatores de rankeamento
O Google não deixa claro quais são os fatores de rankeamento – afinal, se ele o fizesse, os resultados das buscas poderiam ser manipulados. Porém, especialistas ao redor do mundo estimam que existam 200 fatores para rankear.

Neste artigo, vou focar em dois itens que impactam diretamente em seu site, e que você deve tomar cuidado ao redigir os seus conteúdos.

On Page
Os fatores de rankeamento On Page são aqueles que estão nas páginas do seu site. Os principais elementos que você deve otimizar são:

  1. Conteúdo, escrevendo de forma organizada e utilizando semântica e termos relacionados;
  2. Título e Meta descrição para atrair os usuários a clicarem no seu artigo;
  3. Heading tags, os títulos internos das páginas, que facilitam a leitura e ajudam o usuário;
  4. URLs. Embora ajudem tanto os robôs do Google quanto os usuários, a empresa já anunciou que não mostrará URLs no Google Chrome;
  5. Imagens. Elas precisam ser otimizadas, reduzindo o tamanho do arquivo e inserindo o “alt text” para auxiliar usuários cegos.

Esses são os principais fatores de rankeamento, e você deve utilizá-los de forma estratégica para atrair mais usuários para o seu site.

LEIA TAMBÉM
Meetup online retorna com palestra de Digo Ribeiro; criação de temas com Frontity é mote da talk
Para manter inclusão e respeito, WordPress altera termos

Leandrinho Vieira fala sobre Mobile First em palestra do WCSP 2019

Off Page
Os fatores Off Page são todos aqueles que estão fora do seu site e, consequentemente, fora do seu controle. O foco aqui é conquistar backlinks que são outros sites mencionando os seus conteúdos. Os principais fatores avaliados nessa situação são:

  1. Quantidade de backlinks;
  2. Diferentes sites apontando para o seu;
  3. Contextualidade. Não adianta um site de emagrecimento apontar para a URL do seu e-commerce de carros;
  4. Menções da marca, afinal quanto mais pessoas estiverem falando sobre você, melhor;
  5. Sinais sociais, isto é, tráfego oriundo de redes sociais;
  6. Acessos diretos, ou seja, pessoas que acessam seu site via resultados das buscas.

Esses são alguns fatores que dão indícios para o Google que o seu site de fato ajuda o usuário a esclarecer as dúvidas.

SEO no seu site
Como apresentado no artigo “O bê-á-bá do tal SEO, o tema queridinho do Marketing Digital”: “Quanto mais próximo da primeira posição seu site estiver para uma determinada palavra-chave, maior será a sua autoridade naquele segmento. Vale ressaltar que cada termo se refere a uma busca diferente e, consequentemente, mudam os seus concorrentes e a dificuldade para se manter no topo.”

Após escolher uma palavra-chave, é importante compreender quais são as dúvidas dos usuários para que o seu conteúdo ofereça a melhor resposta.

Não há uma regra para conteúdos longos ocuparem posições melhores que conteúdos curtos, mas isso ocorre porque os primeiros acabam respondendo um número maior de dúvidas.

Por isso, é tão importante conhecer o perfil dos seus usuários para conseguir responder as principais dúvidas, da melhor maneira possível.

Lembre-se, conteúdo bom é aquele que converte e não, necessariamente, o que posiciona.

Lembre-se também: sempre escreva para as pessoas e não para os robôs. Afinal, se pessoas entrarem em seu site e não gostarem do conteúdo, não permanecerão por muito tempo.

*William Mendes é mercadólogo e trabalha com SEO, Inbound Marketing e Outreach.

*

Envio de artigos
Para escrever um artigo para a comunidade WordPress São Paulo, envie uma mensagem para saopaulo@wpbrasil.org, sob o assunto “Artigo”.


O conteúdo deste artigo não reflete, necessariamente, as opiniões da comunidade WordPress São Paulo.

Deixe uma resposta