Categorias
Blog Coluna de Everaldo Matias

Aprenda o jeito certo de personalizar temas WordPress – Parte final

Por Everaldo Matias

Continuando o papo sobre a importância do child theme na hora de alterar temas, vamos conhecer aqui o jeito correto de modificar arquivos PHP, funções e filtrar dados.

Já adianto que essa forma também pode ser aplicada por um plugin personalizado, criado especificamente para alterar alguns comportamentos sem comprometer o funcionamento natural dos plugins/temas/core.

Hooks, Actions e Filters: esses são os três conceitos que vamos abordar nesta coluna.

Hooks
Os hooks, ganchos, em tradução livre, podem ser vistos exatamente dessa maneira. São ganchos no percurso do código que nos permitem realizar ações (actions) e filtros (filters).

Os hooks são adicionados no decorrer do código, e a sua sintaxe é muito simples.

Consiste na função do_action(), em que o seu primeiro parâmetro é o nome do gancho — que será utilizado para invocá-lo quando necessário — e ele se parece com o comando abaixo:

<?php
do_action('nome_do_gancho');

Para um entendimento mais amplo sobre a função, você pode consultar a documentação oficial.

LEIA TAMBÉM
COLUNA EVERALDO MATIAS: Aprenda o jeito certo de personalizar temas WordPress – Parte 1
Northon Torga ministra Meetup “Usando Kubernetes para hospedar o WordPress com alta disponibilidade”
Wapuu, a mascote oficial do WordPress; sabia que o WCSP também tem uma?

Actions
As ações são funções que podemos “pendurar” nos hooks para executar determinadas actions. Um hook tanto pode receber várias ações como pode ter algumas removidas.

Para adicionar uma ação a um hook, usamos a função add_action(), que recebe dois parâmetros obrigatórios e mais dois que podem ser usados para definir a ordem de execução e a quantidade de parâmetros que a função aceita.

<?php
add_action('nome_do_gancho', 'nome_da_funcao', 10, 2);

Para remover uma ação de determinado hook, usamos a função remove_action(). Saiba mais na documentação.

Filters
Normalmente, os filtros são usados para alterar algum valor ou aplicar verificações.

Por exemplo, o filtro 'get_the_archive_title_prefix' é responsável por imprimir os prefixos dos archives category, tag, author, etc.

Com esse filtro, podemos criar uma função que altera esse prefixo. Ou seja, um filtro é muito semelhante a um hook e, ao acessá-lo, você pode manipular as informações daquele momento. Algo como:

<?php
add_filter('get_the_archive_title_prefix', 'nome_da_funcao');

E como alterar completamente um arquivo .php do tema pai?

Para sobrescrever um arquivo do tema pai quando se está usando um child theme, basta criar um archive com o mesmo nome e localização no seu child theme.

Por exemplo, se pretende sobrescrever um arquivo que está em parent-theme/template-parts/content/page.php, você deve criar um archive com o mesmo nome e seguindo exatamente o mesmo caminho, ou seja:

child-theme/template-parts/content/page.php

+ TEXTOS DA COLUNA DE EVERALDO MATIAS

Simples assim. Porque o WordPress prioriza o carregamento dos arquivos a partir do child theme.

Essa é uma explicação bem resumida e que dá uma noção básica sobre esses conceitos “mágicos”. Após essa introdução, você pode acessar as documentações oficiais com mais assertividade e confiança. Depois disso, se ainda tiver dúvidas, comente abaixo.

*

Mensalmente, Everaldo Matias escreve sobre Desenvolvimento para a comunidade WordPress São Paulo.

*

Everaldo Matias — O paulistano de 33 anos é desenvolvedor WordPress desde 2009. Formado em Tecnologia em Sistemas para Internet pela UNINOVE, contribui com a comunidade WordPress desde março de 2010. No universo do graffiti, é conhecido como Eve14. Nessa faceta, já participou da iniciativa São Paulo Capital Graffiti, é um dos idealizadores do Coletivo 5 Zonas, ganhou o prêmio Arte na Amauri do restaurante Ecco e realizou trabalhos para G-Shock, Dimension Customs, Tintas Coral, Pixel Show, Sesc Santo André, Estadão, entre outros.


O conteúdo desta coluna não reflete, necessariamente, as opiniões da comunidade WordPress São Paulo.


Redes sociais & últimos destaques da comunidade WordPress São Paulo

Uma resposta em “Aprenda o jeito certo de personalizar temas WordPress – Parte final”

Deixe uma resposta para Uma introdução sobre as variáveis globais do WordPress - Comunidade WordPress São Paulo Cancelar resposta